Seguidores

sábado, 29 de agosto de 2009

LENDA DA MANDIOCA

Em uma certa tribo indígena a filha do cacique ficou grávida.
Quando o cacique soube deste fato, ficou muito triste, pois seu maior sonho era que a sua filha se casasse com um forte e ilustre guerreiro. No entanto, agora ela estava esperando um filho de um desconhecido. À noite, o cacique sonhou que um homem branco aparecia a sua frente e dizia para que ele não ficasse triste, pois sua filha não o havia enganado e que ela continuava sendo pura. A partir deste dia, o cacique voltou a ser alegre e a tratar bem sua filha. Algumas luas se passaram e a índia deu a luz a uma linda menina de pele muito branca e delicada, que recebeu o nome de Mani . Mani era uma criança muito inteligente e alegre, sendo muito querida por todos da tribo. Um dia, em uma manhã ensolarada, Mani não acordou cedo como de costume. Sua mãe foi acordá-la e a encontrou morta. A índia desesperada resolveu enterrá-la dentro da maloca. Todos os dias a cova de Mani era regada pelas lágrimas saudosas de sua mãe. Um dia, quando a mãe de Mani fora até a cova para regá-la novamente com suas lágrimas, percebeu que uma bela planta havia nascido naquele local. Era uma planta totalmente diferente das demais e desconhecida de todos os índios da floresta. A mãe de Mani começou a cuidar desta plantinha com todo carinho, até que um dia percebeu que a terra à sua volta apresentava rachaduras. A índia imaginou que sua filha estava voltando à vida e, cheia de esperanças, começou a cavar a terra. Em lugar de sua querida filhinha encontrou raízes muito grossas, brancas como o leite, que vieram a tornar-se o alimento principal de todas as tribos indígenas. Em sua homenagem deram o nome de MANDIOCA, que quer dizer Casa de Mani.


Foto fonte http://educarencantando.blogspot.com/2009/04/lenda-da-mandioca.html

3 comentários:

J. Araújo disse...

Já tinha lido algo a respeito da lenda. Mas nunca é demais ler de novo. Gostei do seu blog e voltarei outras vezes.

Abraço

"Minhas Palavras" disse...

Muito interessante essa estória, entre o céu e a terra há mais mistérios do que podemos imaginar.

Doroni Hilgenberg disse...

Oi Carlos,
Também escrevi algo a respeito mas parei porque em uma lenda é um menino e em outra é uma menina.
Parece que lenda varia conforme a tribo não é?
Mas a sua lenda esta perfeita.
bjs